.
.

segunda-feira, 7 de abril de 2008

.

sabes, não foi de repente mas as minhas mãos ficaram vazias.
chegou o cansaço, a tinta entupiu na caneta como os verbos em mim. e
guardei as lágrimas no bolso para as ter à mão.

sabes, tentei meter pés ao caminho ciente que seria difícil percorrer.
e por acreditar que estes passos não me enganariam avancei.
mas senti-me só no escuro da estrada e acabei por me perder.

sabes, fui em busca das lágrimas que guardei e não as encontrei.
derreteram-se na roupa, secaram-me na pele.
e o bolso ficou tão vazio como a minha mão.


o sol já se pôs e as aves poisam na areia.
eu fico por aqui a ver o mar.
olho, escuto e páro, sem pressa de voltar.

mas ao fechar a mão sinto um coração vibrar.
se seguires os meus passos talvez nos voltemos a encontrar...
no rio, na foz ou talvez já no mar.




deixo um abraço a todos os que me ajudaram a fazer deste blog um local onde me senti bem... mas sem pressa de voltar

.

31 comentários:

Guigui disse...

Até já...

pn disse...

então, tristonha amiga, vais partir?

Maria disse...

Há uma semana estava na Foz. Não me perguntes nada, mas senti..
Qualquer coisa, sabes onde estou.

Gosto-TE.
Beijo

Anónimo disse...

Um beijo do fundo do meu peito.

ViSim

vsuzano disse...

até já....

beijo

alice disse...

um texto muito bonito que não faz adivinhar uma despedida... até já!

beijinho.

maria josé quintela disse...

não precisas de ter pressa...



mas regressa



dessa viagem por dentro.


um abraço.

~pi disse...

até já...

é importante parar!

e voltar

nesta ou noutra forma!



~

Manuela disse...

uma mão cheia de nada outra de coisa nenhuma... passos que nos perdem, coração que vibra e a Foz... também ainda há pouco lá estive e é preciso saber sentir e respirar por lá...
Belas as tuas palavras, o teu pensamento e sentir.
Gosto muito da tua forma.
Beijinhos

nunca se deve ter pressa para nada chegamos quando temos vontade.

AURORA ( LOLA ) disse...

sabes, não foi de repente mas as minhas mãos ficaram vazias.
chegou o cansaço, a tinta entupiu na caneta como os verbos em mim. e guardei as lágrimas no bolso para as ter à mão.



Lindo, adorei.



bjs

della-porther disse...

tufa

não nos deixa.

beijos

della

Marta disse...

Precisamos de uma pausa...mas espero que não seja longa...
Volta depressa....
Beijos e abraços
Marta

Aspásia disse...

TAMBÉM SE ENCHEM MEUS OLHOS
DAS LÁGRIMAS QUE DOS TEUS CAEM!
E DA MINHA BOCA SAEM,
BEIJOS, PARA TI, AOS MOLHOS!


AMIGA HA UM TEMPO PARA TUDO... NÃO DESESPERES! NADA SE PERDE, NADA SE ACABA, TUDO SE TRANSFORMA... E SE NESTES CAMINHOS NÃO ENCONTRASTE O QUE PROCURAVAS... OLHA É QUE SE CALHAR NÃO ERA ISSO QUE NO FUNDO PROCURAVAS!

AMIGOS/AS AQUI, TU FIZESTE DE CERTEZA, MINHA QUERIDA! EU SOU UMA DELAS!

ATÉ SEMPRE
VOLTES OU NÃO AQUI, HÁ SEMPRE CAMINHOS ALTERNATIVOS ;)...

BEIJO-TUFA!
BEIJO-TAU!

O Lápis disse...

Há viagens assim.

Repentinas.


Há estradas que temos de percorrer, sentimentos que temos de conhecer. Há também a vontade de estar só, a vontade de silêncio, o silêncio.


Há tantas razões que nos fazem partir, tantas outras que nos fazem voltar!


Se voltares que o faças sem lágrimas, mas se as trouxeres, estaremos aqui para te fazer sorrir. Ou para te dar força.

Ou apenas para te sentir.

:)

Pérola disse...

Espero que te encontres e que voltes a partilhar.

Um beijo.

nana disse...

se é o que sentes certo, então...

que teus passos te levem
onde queres
e vais
chegar.

vês lá ao fundo teu destino?
é só em ti que tens de acreditar.



..


obrigada por todas tuas ondas em meu marulhos.

foram-me mais, muito mais, do que te fiz saber.

@-,-'-

mari crrrrruuuu... disse...

Que regresses cheia de energia!

Bjinho e boa sorte

um Ar de disse...

Foi tão breve a minha passagem que mais falta me farás...

Espero.
Aguardo.


[BEIJO]

AURORA ( LOLA ) disse...

mas ao fechar a mão sinto um coração vibrar.
se seguires os meus passos talvez nos voltemos a encontrar...
no rio, na foz ou talvez já no mar.




bjs

Denis Barbosa Cacique disse...

Vc constrói belíssimas metáforas: Quem me dera porder guardar as lágrimas nos bolsos!

Vc está de saída? Como assim!?

Abraços!

tonsdeazul disse...

Sabes, gostei imenso destas palavras! Um beijinho

O Profeta disse...

Total é a loucura do querer
Breve é chama da doce paixão
Total e insubmissa é a verdade
Que emana do teu terno coração

Sigo os passos da tua procura
Queda-se teu corpo nu em melodia incompleta
És instante da bondade dos Deuses
O canto de uma ribeira que o sol desperta

Um majestoso fim de semana



Mágico beijo

della-porther disse...

tufa

dá noticias...a saudade não espera.

beijos

della

Maria disse...

Passei para te deixar um beijo.....
Bom domingo.

AURORA ( LOLA ) disse...

bjs

Multiolhares disse...

Tenho pena que demores
beijinhos

Manuela disse...

Voltei aqui na esperança de te ver...
ainda não chegaste...
vou passando não vá chegares de repente e eu não estar aqui para te dar um abraço.

beijo meu

~pi disse...

antes de todos os mares.

muito. antes.

flu tu ar



:) ~ ~

TCHI de Tchivinguiro disse...

Que pouco a pouco as tuas mãos possam tornar a encher-se,
após descansares, merecidamente, e descobrires qual é o teu novo caminho.

Que o sol brilhe sempre para ti, decidas ou não voltar.

Talvez um dia voltes, seja aqui ou em algum outro lugar.

“Bué” de felicidades para ti.

Beijinho.

TINTA PERMANENTE disse...

as palavras trazem iodos...

abraços!

Nilson Barcelli disse...

Aparentemente é uma despedida em grande estilo poético.

Se voltares, avisa-me.

Tudo de bom para ti, sê feliz.

Beijinhos.