.
.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008


.
tantas as lágrimas, cegam-me a razão
iluminam ilusões, tamanho o seu brilhar
em pacto ensombram a túmida visão
mas conseguem aliviar a dor de amar


nos cílios molhados pendem espessas gotas
como orvalho matinal na primavera
gotejam depois, umas atrás das outras
lágrimas choradas de forma tão sincera


choram o sonho que não acontece
certezas, incertezas, algo que as toca
percorrem um caminho que entristece
e, lágrima por lágrima, descem-me à boca

5 comentários:

Maria disse...

FAZ com que o sonho aconteça.....
(não tenho mais palavras..)

Um beijo

carteiro disse...

nestas tuas palavras só sei deixar-te o silêncio de um abraço...

AURORA ( LOLA ) disse...

choram o sonho que não acontece
certezas, incertezas, algo que as toca
percorrem um caminho que entristece
e, lágrima por lágrima, descem-me à boca



Lindo só tens de fazer com que o sonho aconteça.....



BJS

Aspásia disse...

DEIXÁ-LAS CAIR... ATÉ MATAREM NA BOCA A SEDE DO SAL DO AMOR!

BEIJINHO GRANDE

isabel mendes ferreira disse...

colho.as.



com o orvalho da esperança.


que seja.


abraço.te.