.
.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

olho e vejo apenas céu
aberto em par
um mar sem fim
azul
de ti
de mim
vejo-me navegar
na brancura das nuvens
vejo-me planar
na incerteza do vento
e vou
vôo num mar de ar
na certeza do tempo
azul
de mim
de ti
olho e vejo-te
.................................................................... como me vejo a mim
.....................................................................com toda a magia da lua
.....................................................................refletida em azuis
.....................................................................no teu rosto e no meu
.....................................................................olho e vejo-nos
.....................................................................tão azuis



.....................................................................e sinto saudade...


5 comentários:

pn disse...

cerúleo...

maria josé quintela disse...

a saudade é azul!

Pérola disse...

"Blue" tem uma conotação muito positiva. No entanto, a saudade nem sempre é positiva. É como sabemos que dentro de algum tempo acaba. Não é quando sabemos que nunca mais a poderemos matar.
Desejo-te um fim-de-semana muito azul.
Beijinhos.

Pedro Branco disse...

Os amantes misturam-se com todas as cores. Mas apenas uma ficará. A deles, claro. E essa é que colorirá o mundo!

Continua a colorir-te de azul.

Beijo.

Guigui disse...

ah! saudade...