.
.

domingo, 30 de dezembro de 2007


aguçadas farpas que comigo dançam
sinuosas escarpas que na encosta se entrançam
íngremes caminhos que percorro com o olhar

sem os andar

futuro aprisionado em tão frágil cárcere

picar-me-ei num fuso

para adormecer...
cem anos?
...

quem sabe se acordarei bela!

aguçadas as farpas, que comigo querem dançar
...



4 comentários:

CresceNet disse...

Gostei muito desse post e seu blog é muito interessante, vou passar por aqui sempre =) Depois dá uma passada lá no meu site, que é sobre o CresceNet, espero que goste. O endereço dele é http://www.provedorcrescenet.com . Um abraço.

Guigui disse...

" futuro aprisionado em tão frágil cácere"..."quem se acordarei bela!"..."aguçadas as farpas que comigo querem dançar"

Mais uma vez, em outras inumeras vezes, volto a identificar-me nas tuas frases,nas ondas destes pensamentos e sentimentos.

bj.

Maria Luar disse...

Vim desejar-te um bom Ano Novo
Saúde em quantidade
Alegria para o ano inteiro
Amor de qualidade
E também algum dinheiro

Abraço

*
xi

*

Nilson Barcelli disse...

Obrigado pela tua visita.
Gostei do teu blogue, voltarei mais vezes.
Feliz 2008.
Abraço.