.
.

sábado, 12 de maio de 2007



o verde esperançado
perdidos nas águas
paradas
a sombra escura
forte
uma ponte
para lugar nenhum
um tronco
a convergir com ela
ventos foram semeados
tempestades colhidas
árvores ceifadas
começam a aparecer os areais
sem o brilho da água
com os sulcos do chão
retoma-se a vida
perdida
retoma-se o tempo
até então ausente
relembra-se o verde
a esperança
sempre ela
ramos tenros
alongam-se
crescem novos
espontados
despontar de nova vida
para eles nada se passou
por agora...


9 comentários:

della-porther disse...

Tufa

verde-vida....

beijos

della

A Minha Vida... disse...

Por isso, adoro quando tudo é verde á minha volta, adoro estar em contacto com a natureza ;)
Beijos*

ASPIRINA (JÁ TOMADA) disse...

TUFA

PARECE MESMO O RAMO DE ÁRVORE ONDE EU ONTEM ME PENDUREI, DUANTE UMA VOLTA Q DEI PELA EXPO... MORAS POR ALI?... VOLTA ESSA QUE FOI AO SOL E HOJE TENHO TIDO OS OLHOS MUI MAAALOOOSS PQ O CALOR INCHA-ME AS PALPEBRAS...

DE MODO QUE AS MINHAS ESPERANÇAS HOJE SE RESUMEM A MELHORAR DISTO!

MAL TENTO PÔR UM POUCO"OS PAUZINHOS AO SOL" MESMO COM CHAPÉUS E ÓCULOS MTO ESCUROS, ACONTECE ESTA CHATICE... SABES Q HA MAIS DE 10 ANOS NAO VOU A UMA PRAIA A NAO SER NO INVERNO VER O MAR, PQ DE VERAO NAO POSSO APANHAR CALOR AOS OLHOS...

BEM, APANHASTE COM AS QUEIXINHAS TODAS DESCULPA...

BEIJINHOS REBENTANDO EM FLOR :)

TAU TAU TUFA disse...

Perder a esperança? Nunca. Há sempre um trilho, uma vereda por onde possamos continuar a lutar por aquilo que pretendemos na vida.
beijinhos

MARTA disse...

Lindo - uma mensagem de esperança..com a Primavera e o verde...
Gostei muito - obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta

veritas disse...

Quero acreditar que uma ponte é sempre para algum lugar...
Gostei de aqui passar. Voltarei.

Bom fim-de-semana.

Madrigal disse...

Querida Tufa

O verde, a cor da esperança... bonito poema!

Beijinhos

Jorge

maria josé quintela disse...

uma ponte faz sempre a ligação com algum lugar.
bem pior é quando não existem pontes.
beijinho.

pin gente disse...

a ponte é uma miragem?