.
.

quarta-feira, 25 de junho de 2008

.


não me peças os teus desejos mais profundos

abre-te para ti que entrarei sem dares por ela

deixa apenas aberta uma frincha na janela

ao acordares do sonho eu estarei num dos teus mundos






7 comentários:

bettips disse...

Uma harmonia, a foto e a presença da esperança. Entrada pela fresta da janela e a réstea de sol.
Grata pela passagem, parece-me que olhamos o mar de tão perto, igualmente!

AnaMar disse...

Lindo! E deixou-me a reflectir...
que tenho que fazer isso mesmo!

Obrigada
Bj

~pi disse...

porque

apenas

não posso sair de lá:

do beiral da janela

[ que

a

b

r

i

r

hás-de



~

Marta disse...

Quando menos esperamos, as coisas acontecem...dizem...
O reencontro, a volta...será um momento inesquecível...
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

O Profeta disse...

Hoje o Sol pintou de luz o verde
As hortênsias são nuvens na terra
Plantadas por um deus romântico
No sortilégio que esta ilha encerra



Um luminoso Sol te acalente a alma



Mágico beijo

nana disse...

e tu...


tu serás

um mundo

meu.




..

OLHAR VAGABUNDO disse...

qual julieta:)

beijo vagabundo