.
.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

.







afoga o teu beijo nos meus lábios cor carmim

nas lágrimas de prata que no desejo brotam

laços de ternura que nossos corpos não esgotam

e eternamente te sentirei unido a mim




comentado noutro blog

11 comentários:

AnaMar disse...

Bela imagem em palavras...

Anónimo disse...

eu leio-te e encontro-te.
Muito muito bonito

C.RÉ

Juani lopes disse...

corto, pero intenso y bello
saluditos

Pedro Branco disse...

Fonte. Rompante fome de correntes
Sempre. No calor explosivo
Rente. A tudo quanto em mim sentes
Forte. Em tudo quanto morro e em tudo quanto vivo

~pi disse...

fontes assim

que te cantam

[ leves d´água

Lampejos disse...

Tufa,

Não há mais nada a acrescentar, pois eu só iria arruinar a sua recriação de beleza como este poema

Querida,

(a)braços,flores,girassóis :)

Marta disse...

Pois é, não há realmente mais nada a acrescentar....
Apenas que está intenso....
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

alice disse...

é uma alegria quando um comentário se transforma em poema. os blogues têm coisas muito bonitas. esta é sem dúvida uma delas :) beijinhos!

as velas ardem ate ao fim disse...

é sempre tão bom sentir mo nos acompanhados...

um bjo

nana disse...

estas palavras que a outros deixamos

sem notar que as escrevemos (par)a nós




..





x

Duarte disse...

Um beijo transmite fortes emoções.
Amor, desejo, talvez paixão sem fim.
Lágrimas e ternura, são tentações,
que com meiguices te atraem a mim.