.
.

terça-feira, 13 de maio de 2008

.




há dias em que não te choro
mas hoje deixa-me fazê-lo
preciso tanto!
derramar a tristeza pelos olhos
talvez seja a minha forma de encontrar o mar
não adianta baixar as pálpebras
as lágrimas rebentam entre os cílios
redondas e tristes
dizes não ser tristeza?!
a vontade era sentar-me num canto e ficar
debruçar-me sobre os joelhos
encostar-me a uma velha parede
cujos conselhos seriam sábios
imagina não ter um ombro para chorar?
imagina todas as lágrimas tocarem o chão, redondas, sem que um dedo as rebente com ternura?


.

14 comentários:

Anónimo disse...

porque ninguém quer dar-te o ombro?
que ombro queres para chorar?
porque não queres "aquele" ombro?
se puderes
se quiseres
sente o dedo ternurento
que as afague.

ViSim

as velas ardem ate ao fim disse...

Dou te a minha mão.aperta a .

bjo

Maria disse...

"rebentar lágrimas com um dedo de ternura"....
não aguento...
tenho aqui dois ombros. um é para ti, Tufa.

Abraço-te, com uma lágrima a cair sobre o teclado

NARNIA disse...

Tambem te dou a mão, segura e deixa fluir a emoção...

Juani lopes disse...

que tristeza la tuya,
quien te puede ayudar?
busca un hombro amigo
donde poder llorar.
calmar ese desconsuelo
y tu sonrisa
volver a encontrar.

Bandida disse...

ajuda um sorriso?...

:)

guigui disse...

E mais uma vez a tuas palavras souberam ler o que o pensamento me esconde.
Eu Imagino...

Nogs disse...

Chora, querida.

Faz bolas de sabão e depois sorri, pois nascerá um arco-íris no teu olhar.

que texto lindo...


Beijinhos

Marta disse...

Ás vezes, é preciso mesmo chorar...
Soltar toda essa angústia e dor....
Gostei muito...
Tens um desafio nos meus 2 Blogs - Com Amor e Minha Página - gostava que participasses...
Até já
Beijos e abraços
Marta

rosasiventos disse...

smoke is nice



smoke gets out [off] your eyes

AURORA ( LOLA ) disse...

oi amiga se ajudar um ombro ou os dois ou uma mao ou as duas podes contar comigo.




bjs

Denis Barbosa Cacique disse...

Não gosto muito de ler poemas, preciso admitir. Acho difícil interpretar. Enfim...
Mas gostei bastante desse. Embora trate de algo ruim, a tristeza, o faz com belíssimas imagens!
Abraços
Denis

circe disse...

conheço bem a dor...
a dor da falta do ombro... não de um ombro...
o que nos faz falta, é "aquele" ombro, tão especial... aquele q nos faria deixar de chorar...
como eu sei, o que sente....

nana disse...

imagino...

sei.


.





olha à volta, dentro...
- há muito mais do que.




..




@-,-'-