.
.

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

o meu olhar parou,
só me falta fechá-lo

fixou um ponto,
no infinito

se vejo um anjo?!
sim, de branco...
parece-me aflito!

será deus e eu não sei?!
se nunca acreditei!

não... pois se o anjo sou eu!!






7 comentários:

AURORA ( LOLA ) disse...

se vejo um anjo?!
sim, de branco...
parece-me aflito!

será Deus e eu não sei?!
se nunca acreditei!


Muito bonito.


bjs

Maria disse...

nem deus, nem anjo..
Tu!

Beijo

Aspásia disse...

ANJO ÉS SIM
DEMÓNIO NÃO
ESTÁS EM MIM,
Ó CORAÇÃO!

ESSA TRISTEZA
É MALDIÇÃO
RESTA A PUREZA
DA SENSAÇÃO

DESTA AMIZADE
QUE TEM VIRTUDE
SINCERIDADE
QUE NÃO ILUDE

BEIJO DESTA QUERUBINA :)

carteiro disse...

lindas palavras de uma melancolia que faz todo o sentido... e fico em silêncio.

um beijinho.

legivel disse...

... é o que eu quero ser quando fôr grande: anjo. Da Guarda. Bom, não sou exigente, também posso ser da Vila Nova de Famalicão ou da Atouguia da Baleia.

Afinal a Susan Susana era mesmo -e apenas, a do filme. Ora bolas! Lá se foi o suspense...

tonsdeazul disse...

Anjo não será certamente!
São nuvens, muitas nuvens feitas algodão doce! :)

A Minha Vida... disse...

Gostei tanto que não resisti retroceder uns dias e comentar este post =)
Beijo Grande* Está Lindo!