.
.

domingo, 24 de fevereiro de 2008

.
.



sentei-me no último degrau a olhar o vaivém do mar. mais desperta que o sol. as gaivotas não tinham ainda chegado para percorrer o areal. só eu e o mar... entendeu que não haveria lugar a conversa. olhou-me nos olhos e baixou o olhar compreendendo a ausência do meu. distante e longe e triste. atreveu-se a enviar uma mensagem na espuma da onda seguinte. tocou-me o pé descalço. fria e meiga e provocante. por momentos desviou-me o olhar do infinito. chamou-me a si. quando, ciumenta, chega a primeira gaivota. não se acerca. observa atentamente aquela sedução do mar. avança de asas abertas. tenta arrastar para as águas a segunda mensagem. recua com a força da espuma branca. e não tarda a entender a vontade do mar imenso, que em mim fixou o olhar. éramos só... eu e o mar!

4 comentários:

maria josé quintela disse...

belo momento

.

líquido...

Maria disse...

Excelente. De espuma feito.
A sedução do mar, só para quem o ama....

Abraço-te

AURORA ( LOLA ) disse...

Olá TUFA-TAU pensei que estavas zangada comigo tentei vir varias vezes aqui ao teu blog mas estava fechado era só para pessoas convidadas ainda perguntei para a nossa amiga Lapamjo se sabia o que se passava com o teu blog e ela não soube me ajudar, mas ainda bem que estas de volta amiga, gostei do que li ai no teu blog sobre tu e o mar ou eu e o mar está lindo tambem esta no meu a falar do mar SONHO AZUL bjs
e OBRIGADO POR TERES VOLTADO PENSEI QUE JÁ NÃO VOLTAVAS MAIS.

Pedro Branco disse...

Não sei o que o mar me diz. Pergunto aos meus olhos, espelhos dos seus versos. Abraço as suas ondas, toque suave das minhas lágrimas. Não sei o que me diz. Mas sei o que faço aqui. Espero. Aguardo-me para mais um regresso de mim. Porque faz tempo que parti numa viagem mar dentro e ainda não voltei...