.
.

domingo, 20 de janeiro de 2008

sim, enganei-me na história
devia ser uma de encantar
e acreditamos em encantamentos!
retiremos o que nela não cabe
num conto a quatros mãos será mais fácil
vamos retirar a segunda princesa
ela pode tornar-se a bruxa malvada
ou a madrasta que deixa a primeira indefesa
vamos retirar todas as palavras intrusas
para que a história continue, e com sentido
deixemos todos os bons aminais do bosque
para que possa ouvir-se a sua alegria
não podemos retirar a chuva todos os dias
e ela é precisa, para ajudar no renascer
deixemos o sol, e a lua
porque queremos uma história com dias e noites
ficam também os amigos
pois se são amigos, queremos tê-los connosco
esqueçamos as distâncias e as dificuldades
para escrevermos uma verdadeira história de encantar
deixemos as crianças
poucas, apenas as que caibam numa casa
para que vivam o encantamento deste conto que encanta
e o encantem mais ainda com a sua voz
e os adultos?
sim, os que ficam na história serão felizes para sempre...



3 comentários:

Pedro Branco disse...

E de repente perguntei-me o que seria das histórias se não houvesse adultos. Sim. Desses que outrora foram crianças. E se não houvesse crianças. Sim. Dessas que serão adultos. Que brilho trarão na memória aqueles que se recusarem a pertencer-se a uma história? Às completas. Não às perfeitas...

Beijo regressado e completo.

AURORA ( LOLA ) disse...

não podemos retirar a chuva todos os dias
e ela é precisa, para ajudar no renascer
deixemos o sol, e a lua
porque queremos uma história com dias e noites



Adorei esta muito bonito irei voltar para ler tudo com muita calma, bjs e obrigado pela visita ao meu blog

Maria disse...

sim, gosto das tuas estórias
sim, gosto da forma como escreves
sim, gosto das tuas palavras.....

e sim, tenho que tirar um dia inteiro para te ler, pois só te descobri há pouco tempo...