.
.

quinta-feira, 20 de setembro de 2007



perdoa-me a loucura
sei que o farás
ensina-me a fazê-la
sem que pareça
sem que seja
como tu farias

perdoa
tu sabes do que falo
fiquei
continuo eu
sempre gostaste de mim assim

é uma tortura
lenta
leva-me a extremos
perdoa-me
eu já me perdoei



5 comentários:

o_cao_que_morde disse...

Desculpas mas tenho que divulgar
Á uma iniciativa da Animal, que visa alterar a legislação no que diz respeito à protecção dos animais.
Eu tenho um link no cabeçalho do Blog
Vai ver e assina se concordares e já agora divulga por favor
Obrigado

maria josé quintela disse...

dos extremos que tocam a loucura avista-se a lucidez. mas é preciso saber o ponto exacto onde moram esses extremos. e parar por aí.

un dress disse...

the same...:)

pn disse...

Todo o perdão de pesada culpa ...

Tchivinguiro: onde nasci. disse...

Perdoar é recomeçar. Recomeçar a pôr-se de novo a caminho. Caminhar é querer chegar...