.
.

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

vivo histórias
sei!... nunca virão!
porquê?
porque o vi, belo!
deixo passar o tempo
que se vai sem altruísmos, sem contemplações... perco a força de dias, meses... mudo as histórias de estação, de espaço, de vida... as personagens de roupagem
mudo-as?
mudo a minha vida... que em nada muda


4 comentários:

pn disse...

a alteridade, interior, compassadamente, processa-se

o exterior...

Aspásia disse...

AMIGA

QUE TE DIZER...

"QUANDO MAL NUNCA PIOR"!

É MUIOT DIFICIL... EU SOU MUITO PARECIDA CTGO NESSE ASPECTO... TEMOS DE TENTAR VER AS COISAS BOAS QUE TEMOS, EMBORA POUCAS, EMBORA NOS PAREÇAM SEM VALOR... APRECIAR ALGUNS MOMENTOS MELHORES NO DIA A DIA, MESMO QUE POUCOS E DISTANTES DOS QUE IDEALIZÁMOS!!!

BEIJINHOS "MUDADOS" MAS SEMPRE OS MESMOS :)

delusions disse...

mudando a mudança que permanece igual a si própria.

Bjs* boa semana

maria josé quintela disse...

e porque não ganhar a força de dias e meses? há, pelo menos, dois pontos de vista!