.
.

terça-feira, 7 de agosto de 2007



não sei se te lembras de mim...
e como gostava de saber...
saber-te
conhecer-te
como nos darmos a conhecer... se não nos dermos?
tive-te é certo!
será que por dádiva?

de que te lembras?
ainda passas os nossos filmes antes de adormecer...

hoje prometi-me guardar segredo...


7 comentários:

maria josé quintela disse...

a distância que vai entre o ter e o conhecer pode ser enorme...

ASPÁSIA disse...

LEMBREI-ME E TAMBÉM PORQUE ESTOU A OUVIR NA RÁDIO...

Palavras que disseste e já não dizes,
palavras como um sol que me queimava,
olhos loucos de um vento que soprava
em olhos que eram meus, e mais felizes.

Palavras que disseste e que diziam
segredos que eram lentas madrugadas,
promessas imperfeitas, murmuradas
enquanto os nossos beijos permitiam.

Palavras que dizias, sem sentido,
sem as quereres, mas só porque eram elas
que traziam a calma das estrelas
à noite que assomava ao meu ouvido...

Palavras que não dizes, nem são tuas,
que morreram, que em ti já não existem
-que são minhas, só minhas pois persistem
na memória que arrasto pelas ruas.

Pedro Támen


PT SENTIU COMO TU...
EU SENTI COMO TU...

MAS OLHA AMIGA, "NADA PERMANECE A NÃO SER A MUDANÇA"!!!

LEMBRA-TE AMANHÃ PODERÁS OUVIR AS PALAVRAS QUE HOJE NÃO OUVISTE...

BEIJINHO GRANDE*

vida de vidro disse...

Que forma bela de dizer dessas lembranças e interrogações... Quantas vezes pensamos: "Será que...?" **

as velas ardem ate ao fim disse...

Ter e sentir.Aqui estão muito bem descritos.

bjinhos

amor,liberdade e solidão disse...

é uma grande verdade...e continua a duvida: Será que.....?????
bom fim de semana

Bru disse...

tufa


saudade

vim para lhe dar um beijo
e um bom fim de semana


bru

ASPÁSIA disse...

TUFINHA

PASSO TB. A DESEJAR BOA SEMANA DE TRABALHO OU LAZER, COM ÂNIMO PARA ENFRENTAR OS MOMENTOS MENOS BONS E ALGUNS SORRISOS NOS MOMENTOS MELHORES.

JÁ SABES Q POSSO NAO APARECER MAS NÃO ME ESQUEÇO DE TI.

BEIJÃO ENOOOORRMEEEE...