.
.

terça-feira, 10 de abril de 2007



diz-me que não gostaste de mim
que nunca passaste a mão pelos meus cabelos
que o que aconteceu não o foi
que o teu corpo não se tocou com o meu
ou que o esqueceu
diz-me que não fiquei em lugar algum
que a minha mão não prendeu a tua
que o que sentiste não o foi


diz-me,
para que seja possível entender...


3 comentários:

Burlesconi disse...

Tufa:
Passei mais para dizer olá...
Quando tiver mais disponibilidade venho ler-te com a devida atenção.
Bjs.

tufa tau disse...

agradeço
bjs

madrigal disse...

Acho que quando essas palavras são proferidas tudo fica mais claro e cristalino. É preciso é a coragem de quem as profira, o que nem sempre acontece.

Um beijinho

madrigal