.
.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

.
.
.





numa mão guardo o sol e noutra a lua

a brincar, cruzo-as atrás de mim

escolhe uma ao acaso como se fosse tua

nenhuma está vazia, o meu jogo é assim.






comentado noutro blog

6 comentários:

carteiro disse...

Pois é, temos agora uma lua cheia, bem cheia :) E é fantástico aquele efeito que ela faz às nuvens carregadas que (pelo menos nestes lados) a rodeiam.

Maria disse...

No nosso imaginário podemos ter nas mãos tudo o que nós quisermos... sempre que quisermos....
... no nosso imaginário...

Um beijo, Tufa

un dress disse...

batota!:)

~pi disse...

infinitamente cheias, as mãos.

assim tu queiras!




*

maria josé quintela disse...

não sou capaz de escolher...

.

não sou nada propensa ao jogo.

Aspásia disse...

ASSIM SAI SEMPRE PRÉMIO!...
EU GOSTAVA MTO DESSE JOGUINHO...

BEIJOCA PREMIADA :)