.
.

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

"preciso de um beijo teu
quero um beijo teu
uma maré de palavras
tão fundas
que me inunde o peito
e me sossegue esta ansiedade...
amo-te!"

preciso do teu corpo
do teu calor
do teu abraço terno
temos que nos sentir
pele com pele
boca com boca
acalmar esta nossa ansiedade
ou não...







"serei novamente gente?
se cada minuto é mais uma distância...?"
tomara que os minutos corram
mais que o nosso sofrimento
que o tempo se alie a nós
ao nosso desejo
tomara que a nossa força
seja imensa
para suportar a distância

"quero rasgar cada minuto
do tempo desta ânsia
voar pelos sonhos
chegar a ti de madrugada
para depois te amar
cada fonte do teu desejo
e nunca mais entre nós
se fará outra estrada
perco-me
no fundo de mim
nesta sede imensa
choro
as correntes da nova chegada
canto-te
nesta paixão mais que intensa..."

3 comentários:

amor,liberdade e solidão disse...

parabéns pelos poemas e imagens esta simplesmente lindo..
boa semana

pn disse...

hum... tanta paixão «-- tanto pathos --» tanto sofrimento
(sem maus auspícios! só etimologia...)

Aspásia disse...

EU FICO ALAPARDADA!
ISTO É UM RIO DE PAIXÃO!!!
QUANDO É QUE DESAGUARÁ NO DESEJADO MAR???

CREIO QUE SÓ O OCEANO PACÍFICO TERÁ "CAPACIDADE" PARA ESTE TORRENCIAL "AMAZONAS"! (ABSTRAINDO A GEOGRAFIA)

OU SERÁ... AMAZONA?

BEIJO ALAGADO :)...