.
.

segunda-feira, 23 de julho de 2007



agora percebi
o sol está como eu
ora acorda forte
eleva-se
cresce
aparece
ora se mostra tímido
se esconde
perde vontades
fraqueja
ora é vencido pela chuva
pelo vento
deixa-se cobrir por nuvens espessas
ofusca a sua luz
perde-se no tempo
esquece-se de voltar
o sol está como eu
agora percebi

por certo algo procura
e não encontra
não se segura
inquieto
frio
afasta-se
vê a lua que não pode ter
quer partilhar com ela seu calor
e ela
eterna fugitiva
mostra-se
sem se entregar
revela as suas formas
mutantes
atrai-o para si
sem o querer ter


7 comentários:

pn disse...

Síntonos com a natureza...

Bela constatação.

Breve, o sol, de tímido pouco brilha.

M. disse...

É bonito o teu blog.

Entre linhas... disse...

O sol tímido teima em aparecer,afasta-se a lua espreita de fugida revelando as formas da noite.
Bjs Zita

Vity disse...

Ola...

Depois de ler e reler ... percebi que tambem eu me sinto como o sol...
Uns dias cheia de força e alegria e outros fragil, inquieta, insegura tal como hoje...

Lindo
Beijo
Vity

OUTRA SOMBRA COMO TU disse...

TUFA

NÃO ANDAS NUMA BOA, AMIGA, O SOL NÃO BRILHA TODOS OS DIAS... COMO TE COMPREENDO, CREIO QUE NOS DIAS ACTUAIS ANDAMOS ENSOMBRADAS - ASSOMBRADAS POR DIFERENTES RAZOES, MAS EM TEMPOS AS TUAS RAZÓES DE AGORA FORAM AS MINHAS TAMBEM...

ANDAMOS MAL-ASSOMBRADAS... SÁO AS TEMPESTADES DA VIDA, AMIGA, MESMO QUE NO VERÃO...

UM DIA ENCONTRAREMOS ESTAÇÓES DE MAIS CALMARIA, ACREDITA !

BEIJINHOS EM LUA NOVA...

maria josé quintela disse...

hoje sim, amanhã não. como tudo na natureza.
um beijo

Bru disse...

o namoro do sol e da lua

fizeste um texto encantador.

beijos de domingo

bru