.
.

sábado, 16 de junho de 2007


a simplicidade da flor parece alterada

contorno definido,
qual linha de cor traçada sobre o branco.
carpelos e estames coordenados,
cerne azul organizado
defesa amarela em fortaleza.

sua beleza é o chamariz
que a perpetuará.
visitantes arrastam seu polén,
numa fecundação.
o vento,
acaricia a dança,
que completa ou executa.

a simplicidade não foi alterada

assim a fez a natureza
bela, simples

e com plenos poderes de atracção.


11 comentários:

maria josé quintela disse...

e efémera. não sem deixar vestígios. o aroma na memória.

Bia disse...

Atractiva sem dúvida e numa dança sensual ao sabor do vento...
beijinho

delusions disse...

a beleza da simplicidade. gostei! porque para mim a beleza também repousa no simples e natural e espontâneo.

bjinho* boa semana

ASPÁSIA disse...

OLA TUFA!

A NATUREZA É UMA GRANDE ARTISTA - AS SUAS OBRAS SÃO SEMPRE OBRAS-PRIMAS !!

BOM INICIO DE SEMANA
BEIJINHOS FLORIDOS
:)*

pn disse...

bela de um dia
no outro fenescida

(porque não tiramos lições da natureza que tantos julgam muda?)

as velas ardem ate ao fim disse...

Como era tudo muito mais facil se fossemos simples.

bjinhos

amor,liberdade e solidão disse...

olá....ja tou pra ca passar ha uns dias mas tenho andado tao ocupada....obrigada pelas palavras..isto hoje n tem corrido nada bem....enfim um blog com efeito terapeutico ;)adorei o poema...como sempre....
UMA BOA SEMANA ;)
bejinhos

amor,liberdade e solidão disse...

olá....gostei muito do poema..obrigada pelas palavras, isto hoje não correu nada bem...resolvi utilizar o meu blog com fim terapeutico...aliviou :)
uma optma semana
bejinhos

elsa nyny disse...

na simplicidade está a grandeza das coisas!!

bj

della-porther disse...

Tufa


Passei pra te lêr e deixar um beijinho

della

serenidade disse...

Magnífica forma, simples, de descrever a polinização e a simplicidade com a natureza actua...

Serenos sorrisos