.
.

segunda-feira, 25 de junho de 2007



planos doidos, como os dias que me correm pelos olhos
filmes mudos, em que olhares exagerados querem falar

visões futuras, entardecidas e mortas pelo tempo passado
campos bravios, onde tudo cresce sem lei ou ordem

sonhos repetidos, a ponto de se tornarem pesadelos
divergência, caminhos não cruzados

busca de paz, no tumulto da vida
convergência, parece-me ver luz ao fundo...

9 comentários:

amor,liberdade e solidão disse...

espelhei-me no que li...mas a luz está sempre ao fundo do tunel, podemos é nem sempre conseguir ve-la..
bejos e boa semana

o alquimista disse...

Há sempre uma luz ao fundo do tunel...há sempre uma saída...uma janela para a vida...

A Minha Vida... disse...

A paz é tudo o que precisamos para seguir com a nossa vida para a frente, é muita preciosa, por isso faz tudo para tê-la! ;)
Beijos GrandeS*

Bru disse...

luz...no mundo sem ordem
é a desordem da ordem ou .....

a ordem na desordem?




bru

pn disse...

a paz de espírito?

ou o retorno ao início?

Aspásia disse...

filmes mudos, em que olhares exagerados querem falar...

GRANDE PODER DE OBSERVAÇÃO AMIGA!!!

LEMBRO ME DOS GRANDES OLHOS EM GERAL NEGROS SOBRESSAINDO DAS CARAS MITO BRANCAS DE ACTRIZES E ACTORES...

OS OLHOS DIZIAM TUDO, SE AS BOCAS FALASSEM, SERIA DESNECESSARIO...

BOA SEMANA COM ALGUNS MOMENTOS DE PAZ E SOSSEGO SE POSSÍVEL...

BEIJINHOS GRANDES :))

PS- PASSA PELO JARDIM, REPUBLIQUEI OUTRO POEMA...

tufa tau disse...

pn
não sejas mau para mim.

aspácia
passarei sim

beijos a todos

ASPÁSIA APRESSADA disse...

TUFA

PASSO NUM REPENTE ANTES DI ALMOÇO E DE UMA TARDE Q SE AVIZINHA TRABALHOSA...

ONTEM AINDA TE RESPONDI À TUA RESPOSTA POETICA NO JARDIM!

REPASSA POR LÁ...

JINHOS GRANDES...

della-porther disse...

Tufa

bom texto.

beijos

della